Escolha uma Página

Cialis e a Impotência

 

Entendendo como ocorre a ereção

Para ocorrer a ereção, o cérebro precisa ativar vários neurônios. Cada estação cerebral controla uma função específica nesse tráfego de informações: estímulos visuais, cheiro, paladar, sons, emoção, coordenação motora, reconhecimento do olhar, tomada de decisão e tantas outras sensações captadas pelo sistema de sintonia fina cerebral.
Consequentemente, quando um homem se aproxima de sua parceira, são liberados mediadores químicos que caem na circulação e chegam aos corpos cavernosos que são duas estruturas cilíndricas que percorrem o órgão de ponta a ponta. Em seu interior exite um emaranhado de pequenos vasos sanguíneos, que lhes conferem a consistência de esponja. Quando se enchem, o pênis endurece; caso contrário, fica mole. Lembrando que o pênis é um órgão vascular.
Para encher de sangue os corpos cavernosos, esses pequenos vasos precisam aumentar de calibre, e para que isso aconteça, a musculatura de suas paredes relaxam.

O que pode causar a  Impotência? Veja as 4 principais causas

 

1° Não dormir direito

De acordo com estudos realizados na Unifesp, os pacientes que sofriam desse problema, despertavam mais durante a noite e tinham o sono fragmentado, sem conseguir chegar ao estado de sono profundo.
O que também pode ser um problema é a automedicação de remédios para a impotência, que pode afetar negativamente o sono.

2° Drogas

Vários estudos em diversas universidades mostram que o cigarro aumenta o risco de impotência. Homens que fumam têm 40% a mais de risco de sofrer de impotência sexual. E quanto maior o número de cigarros consumidos durante o dia, mais aumentam essas chances. Mesmo aqueles que fumam menos de 20 cigarros por dia têm a chance de sofrer impotência aumentada em 24%.

3° Diabetes

As artérias do pênis são muito sensíveis às alterações vasculares causadas pelo diabetes. Estudos apontam que cerca de metade dos pacientes diabéticos têm problemas de impotência. E esses pacientes não podem ser tratados com os remédios mais conhecidos, como o Viagra, pois estes não surtem efeito.

4° Barriga

Uma pesquisa realizada pela Escola de Saúde Pública de Harvard mostrou que a obesidade e a falta de exercícios aumentam as chances de impotência sexual. Isso acontece porque os obesos apresentavam o sistema circulatório debilitado, o que reflete na ereção. Além disso, a hipertensão e o colesterol alto têm relação com o problema.

Mas já pensou se existe algum risco de tomar medicação para esse problema?
O remédio para disfunção erétil aumenta os níveis de óxido nítrico no sangue. O óxido nítrico é um vasodilatador, o que significa que aumenta os vasos sanguíneos para ajudar a aumentar o fluxo de sangue. Essas drogas são especialmente eficazes para ampliar os vasos sanguíneos no pênis. Mas tomar sem indicação médica pode sim trazer riscos à saúde.
Como qualquer tipo de remédio, as pílulas para impotência podem ter alguns efeitos colaterais:
● Efeitos colaterais leves: são muito comuns e incluem dor de cabeça, dor de estômago, visão embaçada, congestão nasal, dor muscular, náusea, tontura, erupções cutâneas…
● Efeitos colaterais graves: são raros, mas foram descritos em alguns pacientes. Perda repentina de audição ou visão, uma ereção prolongada e dolorosa, ou mesmo morte por ataque cardíaco em pacientes com problemas cardíacos.

 

Alternativas naturais que podem ajudar